Esqueci a senha Associe-se

Notícias

Palestra: Educação Financeira em Tempos de Crise

O diretor técnico da RedePetro Pernambuco, Sr. Ricardo Oliveira, fez uma excelente apresentação de uma palestra que ele participou no SEBRAE que foi muito importante para as empresas presentes conhecerem as estratégias a serem adotadas neste momento crítico de nossa economia.

Iniciando a palestra com algumas frases inspiradoras, a que mais resume a ideia é:"Na crise, CRIE"
 
O diretor técnico da RedePetro Pernambuco, Sr. Ricardo Oliveira da Soldatec, fez uma excelente apresentação do tema que foi muito importante para as empresas presentes conhecerem as estratégias a serem adotadas neste momento crítico de nossa economia.
O Ricardo iniciou a palestra informando que o que ele iria apresentar era um resumo do evento que ele participou no SEBRAE onde a palestrante abordou o tema que é crucial para o momento que vive a nossa economia. Portanto, ele disse que é uma cópia com pequenas adaptações.
 

Segundo o diretor, "às vezes nem tudo está perdido se você parar para a analisar de fato os problemas" e seguiu mentorando os presentes dizendo que a primeira tarefa é analisar o problema, ou seja, fazer um DIAGNÓSTICO. E, nesse momento ele citou que a ajuda de um consultor (recomenando os do próprio SEBRAE) era recomendado.

Veja alguns dos SINTOMAS do desequilíbrio financeiro 
-Dependências constantes de empréstimos 
-Insuficiência crônica de caixa
-Utilização de taxas de juros superiores à rentabilidade 
-Mudança constante de fornecedores 
-Alterações constantes do foco empresarial
 
E, as principais CAUSAS
-Aumento do prazo de vendas
-Volume de compras inadequadas
-Inadequação dos prazos de venda, recebimento e pagamento 
Crescimento sem planejamento de fontes de recursos 
-Baixa produtividade e baixo giro de estoques 
-Retirada incompatível dos sócios 
-Encargos financeiros elevados
-Custos e despesas incompatíveis com as receitas operacionais 
-Aumento da inadimplência 
 
E é nesse momento que você deve entrar na Reestruturação Financeira da empresa, visando 3 objetivos:
-Objetivo para os sócios: aumento da rentabilidade de seus capitais 
-Objetivo para os funcionários: manutenção do emprego 
-Objetivo para os fornecedores: garantir os recebimentos
 
Papel do Gestor
 
Dica importante do Oliveira: "É super importante abrir o jogo para os funcionários. Apresentar a realidade que a empresa está passando!". Segundo ele, não fique imaginando que os funcionários não sabem de como anda as finanças da empresa, é um grande engano. Abrir as informações faz com que todos se sintam engajados na busca de saídas para o problema que é de todos!
 
Buscar as FOINTES INTERNAS de financiamento é o primeiro caminho a seguir, e destaca:
-Melhorar a gestão do capital de giro
-Renegociar prazos de recebimento 
-Alongar prazos com fornecedores 
-Aumentar a eficiência dos estoques 
-Controlar a inadimplência 
-Reduzir todos os custos internos
-Revisar toda a operação, cortando funcionários, se necessário 
 
E, se necessário as FONTES EXTERNAS onde o gestor deve buscar os recursos:
-Bancos (empréstimos para operações específicas)
-Sócios e acionistas (aporte de capital)
-Investidores (novos sócios)
-Outros (venda de ativos)
 
Uma questão ressaltada pelo diretor técnico foi a estratégia de concentrar todas as dívidas bancárias em um único credor. Ou seja, invés de você ter empréstimos fragmentados em diversos bancos, o recomendado é encontrar uma instituição financeira que tenha as melhores taxas, fazer um empréstimo que cubra o somatório das dívidas e liquidar com cada banco, simplificando assim o seu passivo e tornando a sua gestão mais fácil e com uma taxa de juros aceitável.
 
Finalizando a palestra, os presentes iniciaram uma discussão de outras estratégias que poderiam também ser adotadas e enriqueceu mais ainda o momento. O Célio Gomes, associado da Soclima Engenharia, levantou uma questão importante que algumas empresas estão diminuindo seus preços ficando inclusive abaixo do custo para tentar fechar o negócio. Em sua opinião "Estas empresas estão dando um tiro no próprio pé!", pois na ânsia ou necessidade de fazer algum caixa para honrar algum compromisso "O empreeendedor na realidade está afundando mais o empreendimento, ameaçando inclusive a continuidade do negócio." finalizou.
 
A palestra você pode ler e baixar clicando abaixo:
 
 
Redação: Ronaldo Barros do PortaldoLocador.com

Página Relacionada: www.redepetropernambuco.org.br

Matéria no NoticiadorWeb: Palestra: Educação Financeira em Tempos de Crise

Autor: Newsletter do Locador

Data de Publicação: 22/06/2016

Esta notícia já foi visualizada 2306 vezes.

Esta notícia ainda não tem comentários.

Deixe um comentário

Nome 
E-mail 
Telefone 
Desejo receber notificações se alguém mais comentar a noticia.



Outras Notícias

Ver mais notícias
Facebook