Esqueci a senha Associe-se

Notícias

Com sistemas de ar-condicionado não se brinca

Depois de ler essa matéria você nunca mais entrará em uma sala sem reparar no sistema de ventilação HVAC, pois este está diretamente ligado ao seu bem estar.

Depois de ler essa matéria você nunca mais entrará em uma sala sem reparar no sistema de ventilação HVAC, pois este está diretamente ligado ao seu bem estar.

 

Os efeitos das agressões com a natureza, vem em forma de descontrole climático e em tese muito calor, com os termômetros passando habitualmente dos 28°C, todos buscam alívio no uso desenfreado do ar-condicionado, principalmente quando se vive em grandes cidades, ditas “selva de pedras”,  lugares onde tem tanto concreto que não há como obter uma sensação térmica agradável. E é justamente esse argumento que usamos como a melhor alternativa para suportar o clima tropical, o ambiente climatizado.

 

Para o uso de forma adequada desses equipamentos existem empresas especializadas em sistemas de sala limpa, uma tecnologia que permite o controle do número de partículas existentes no ambiente.

 

Profissionais da saúde alertam que é típico do sistema de refrigeração convencional retirar a umidade do ar, e isso pode ressecar as vias aéreas e quando o aparelho está em más condições, as implicações para a saúde podem ser muito graves.

 

O sitema "Clean rooms" que opera de acordo com as normas retém parte das impurezas e renova o ar do ambiente, diluindo boa parte da concentração de odores e de dióxido de carbono é muito utilizado em ambientes controlados, onde a contaminação por partículas presentes no ar interfere no resultado. Esses ambientes são necessário em laboratórios químicos, laboratórios que produzem remédios, locais onde se manufaturam satélites espaciais, centros cirúrgicos, dentre outros.

As salas limpas foram elaboradas para garantir a devida proteção ao ser humano, então passam por uma rigorosa análise para serem classificadas através das Normas, em função da pureza de seu ar interior, ou seja, da concentração de partículas por unidade de volume de ar.

 

As salas limpas são 10.000 vezes mais limpas do que a salas normais, porém é necessário um volume incrível de tecnologia para alcançar e manter tal limpeza.

 

Em Pernambuco há uma empresa associada da Rede PETRO Pernambuco, que é referência nesse tipo de serviço é a SOCLIMA, atuante há mais de 15 anos no ramo de obra limpa, tudo começou quando houve um apagão no Brasil no qual usar energia era uma tarefa muito difícil e que quase ninguém conseguia ter acesso, e ficou muito difícil para trabalhar, conta o presidente da empresa, Célio Gomes, “na época o ar condicionado era considerado como um vilão da energia, então  ficamos ociosos, mas logo tivemos a visão que o único lugar que não poderia ficar sem energia eram os hospitais,  e se tem energia, tem ar condicionado, esse foi um momento importante para a empresa pois foi ali que começamos a nos dedicar a estudar sobre o assunto, e já fizemos várias obras na época em hospitais.  Fizemos a Restauração, Barão de Lucena, Agamenon Magalhães , Hospital dos olhos, muitos hospitais fizemos obras limpas. De UTI até sala de cirurgia”, ressalta Célio.

 

E reforça que a filtragem do ar está sempre presente em sistemas AVAC, com objetivo de prover ar com níveis aceitáveis de contaminantes particulados ao interior de uma instalação pois esse fator afeta diretamente a saúde de quem está respirando o ar.

 

“Como o ar condicionado é uma coisa que joga ar pra dentro da sala é o que mais tem que ter cuidado então é necessário possuir uma série de filtros para manter a higienização do ar, e diminuir o número de partículas em suspensão no ar.” Argumenta Célio Gomes, em favor da propagação da importância das obras limpas.

 

 

Por Ramone Soraia/PortaldoLocador.com

Página Relacionada: Nenhuma Página Informada

Matéria no NoticiadorWeb: Com sistemas de ar-condicionado não se brinca

Autor: Ramone Soraia

Data de Publicação: 16/09/2015

Esta notícia já foi visualizada 2601 vezes.

Esta notícia ainda não tem comentários.

Deixe um comentário

Nome 
E-mail 
Telefone 
Desejo receber notificações se alguém mais comentar a noticia.



Outras Notícias

Ver mais notícias
Facebook