Esqueci a senha Associe-se

Notícias

Crescimento no setor industrial em meio à crise

A produção da indústria brasileira recuou 0,9% no início deste ano, segundo dados divulgados no primeiro semestre de 2015 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

imagem retirada da internet

 

 

 A produção da indústria brasileira recuou 0,9% no início deste ano, segundo dados divulgados no primeiro semestre de 2015 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Continuam em baixa os índices de crescimento do capital nacional para os setores industriais e construção civil, assim como para todos os segmentos consequentes no País. Mas em meio à nebulosa situação econômica, há empresas que estão encarando a crise como uma oportunidade, trabalhando arduamente para se manter no mercado.

 

Um exemplo disso é a MKS, empresa do setor industrial, associada da Rede Petro Pernambuco, que fechou recentemente um importante contrato com Consórcio ALUMAR.

 

A MKS prestará serviços especializados em reparos de caldeira, vaso de pressão, trocador e estrutura. O Consórcio ALUMAR é um dos maiores complexos do mundo para produção de alumínio primário e alumina, formado pelas empresas Alcoa, Rio Tinto Alcan e BHP Billiton.

 

O contrato será atendido pela MKS, por meio da sua Unidade Industrial de Sirinhaém-PE. Segundo o diretor da MKS, Gustavo Snoeck, ampliar a área de atuação da empresa é uma estratégia para enfrentar a crise. “A nossa expectativa hoje, que possuímos também uma unidade fabril na Bahia, na cidade de Camaçari, é se fazer presente no Norte do país e com isso aumentar a atuação nos principais Estados da região”, revela Gustavo Snoeck.

 

Os desafios impostos pelo mercado, em virtude do difícil momento vivido pelo Brasil, têm sido superados com muito trabalho e dedicação pela MKS Caldeiraria.

Página Relacionada: Nenhuma Página Informada

Matéria no NoticiadorWeb: Crescimento no setor industrial em meio à crise

Autor: Ramone Soraia

Data de Publicação: 29/07/2015

Esta notícia já foi visualizada 2000 vezes.

Esta notícia ainda não tem comentários.

Deixe um comentário

Nome 
E-mail 
Telefone 
Desejo receber notificações se alguém mais comentar a noticia.



Outras Notícias

Ver mais notícias
Facebook