Esqueci a senha Associe-se

Notícias

A RedePETRO PERNAMBUCO participa do seminário – Um cluster de negócios bem sucedido

O evento foi realizado no dia 18 de maio no Auditório do CAPE – Centro de Artesanato de Pernambuco, há alguns passo do Marco Zero do Recife, para fomentar as pautas a serem discutidas na reunião para tomada de decisão, que acontecerá no dia 29 de maio no mesmo local.

O coração do Recife foi o cenário para a conferência sobre a situação econômica do estado, com planos, estratégias e embates. Na ocasião estava o secretário executivo do Governo de Pernambuco Caio Ramos e empresários dos setores têxtil, petróleo e gás, metalmecânica e outros.

 

O evento foi realizado no dia 18 de maio no Auditório do CAPE – Centro de Artesanato de Pernambuco, há alguns passo do Marco Zero do Recife, para fomentar as pautas a serem discutidas na reunião para tomada de decisão, que acontecerá no dia 29 de maio no mesmo local.

 

Nesse contexto, foram ilustrados a atual estratégia do estado de Pernambuco para o desenvolvimento de clusters e redes de cooperação como forma de impulsionar a economia por meio de promoção de políticas de apoio e APL inovadora. Outra finalidade foi analisar a possibilidade de adaptação da política para a realidade brasileira, como forma de incentivar o desenvolvimento por meio de políticas de investimentos em clusters e redes de cooperações, objetivando incremento em inovação e competitividade.

 

 

A mensagem final foi de segurança aos empresários dos ramos, pois há evidências que a situação econômica do Brasil vai se estabilizar até o mais tardar 2016, “ o booom! Que Pernambuco viveu durante os últimos anos é irreversível”, relata Caio Ramos, se referindo as obras e indústrias que se firmaram no estado. Foi apresentada uma sugestão de estratégia parcerias de redes e empresas para dessa forma reforçar o corporativismo e sustentar as relações sistemáticas na ótica da criação de cadeias de fornecimento de demanda e oferta que somadas resultam em oportunidade e crescimento.

 

 

Os empresários discutiram sobre a crise hídrica, principalmente no estado de Pernambuco onde é localizado o polo têxtil do Brasil. Toritama que fica a 172 quilômetros do Recife, é uma das maiores produtoras do país. As 2.370 pequenas, médias e grandes empresas do município produzem quatro milhões de peças em jeans por mês mas está passando por momento nebuloso por conta da seca.

 

 

Antes de chegar ao consumidor, as roupas passam por indústrias. Lá, as peças chegam em estado bruto e aos poucos vão ganhando tons mais claros. O problema é a quantidade de água necessária na lavagem: 49 litros por peça. Está sendo discutida a solução para esse problema.

 

 

Vale salientar que essa ação é parte de um projeto em conjunto com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial e a Petrobras para estruturação da Governança do Arranjo Produtivo Local (APL) Metalmecânico. O projeto contempla atividades de planejamento, sensibilização, organização de ações e controle de informações, visando o envolvimento e o comprometimento das instituições envolvidas no APL de Pernambuco.

Página Relacionada: www.redepetropernambuco.com.br

Matéria no NoticiadorWeb: A RedePETRO PERNAMBUCO participa do seminário – Um cluster de negócios bem sucedido

Autor: Ramone Soraia

Data de Publicação: 25/05/2015

Esta notícia já foi visualizada 2432 vezes.

Esta notícia ainda não tem comentários.

Deixe um comentário

Nome 
E-mail 
Telefone 
Desejo receber notificações se alguém mais comenta a noticia.



Outras Notícias

Ver mais notícias
Facebook